0

Durante o sábado, 24 de fevereiro, Justin Bieber atiçou a curiosidade de seus fãs ao mencionar a possibilidade de seu novo álbum Changes se tornar um álbum visual.

”Muito grato por essa última semana com o #changes. Essa semana é o grande final de #JustinBieberSeasons e outro clipe musical do changes na @AppleMusic e eu acho que eu talvez deva dar a vocês um álbum visual.”

Essa não seria a primeira vez que Justin faz algo assim. Em 2015 o canadense lançou o “PURPOSE: The Movement”, onde todas as faixas da versão standart do álbum ganharam vídeos individuais com coreografias, sendo Sorry a mais famosa delas, que contou com o grupo de dança ”The Ladies of ReQuest”, dirigidas por Paris Goebel, e totalizou mais de 3,2 bilhões de visualizações atualmente.

Já no dia 28 de fevereiro, Bieber voltou ao Twitter e anunciou oficialmente seu novo projeto – #ChangesTheMovement, em conjunto com seu coreógrafo de longa data Nick DeMoura como diretor dos vídeos.

”Aqui vamos nós. Como prometido, me juntei com meu amigo e coreografo @nickdemoura para fazer um album visual para o #Changes. #ChangesTheMoviment começa na semana que vem todas as segundas e quartas-feiras ás 12h EST no meu canal do YouTube. Obrigada a todos os dançarinos.”

Um álbum visual consiste em um álbum que todas suas músicas possuam um vídeo, sendo este uma coreografia ou uma outra expressão artística. O foco desta proposta é transmitir uma mensagem com o tema da música ou dar uma clareza a quem assiste do que o artista quer transmitir com seu trabalho sem necessariamente usar palavras.

A primeira semana do projeto já rendeu para os fãs os quatro primeiros vídeos: “All Around Me” e “Habitual” na segunda-feira e “Come Around Me” e “Intentions” na quarta-feira. Confira abaixo os clipes:




-Post escrito por Mariana Neves


Like it? Share with your friends!

0
Letícia Paulella
20 anos, estudante de Propaganda e Marketing, escritora e editora de posts no site, além de auxiliar nas redes sociais e tradução. Justin Bieber sempre teve um espaço enorme no meu coração e o BMBR não é diferente, já que não somos apenas uma equipe e sim uma família. Muito gratificante poder fazer parte de tudo isso.